domingo, 30 de abril de 2017

Accio Books – 3º livro abril 2017

Último dia do mês e, estou aqui para vos mostrar a minha mais recente leitura.
Com muito esforço meu, voltei a deixar livros que ando desejosa de pegar para voltar a uma saga que começou otimamente mas, agora só de pensar que ainda tenho 5 livros por ler me dá voltas ao estômago. O que tem que ser tem muita força e tenho mesmo que acabar de ler isto!
A saga que estou a falar é “A Series of Unfortunate Events” de Lemony Snicket. Esta foi uma das minhas sagas favoritas de infância/adolescência mas, nessa altura só cheguei até ao 6º livro porque, achei que tinham acabado por ali. Para meu espanto há uns 2 anos verifiquei que afinal a saga é composta por 13 livros, só que alguns não foram traduzidos para português.
O que se passou foi que decidi comprar a saga toda em inglês e, desde que a comprei, ainda só consegui ler 8 livros, isto porque, comecei a enjoar. Acho que a estória começou a enrolar demais e não passa do mesmo “os irmãos Baudelaire ficam órfãos e andam a tentar escapar das mãos do horrível Conde Olaf que se quer apoderar da sua fortuna, passando por várias peripécias pelo caminho”. E pronto, sempre o mesmo!
Visto ainda ter 5 livros por ler, decidi que tinha mesmo que fazer um esforço para acabar a saga porque, quero muito descobrir certos segredos que ainda faltam ser ditos.
Por isso, desta vez, meti-me a ler “The Carnivorous Carnival”, o 9º livro da saga, e até agora, não passou mais do mesmo. Vamos ver se vai melhorando, porque ando mesmo a ficar enjoada de isto não desenvolver.

quinta-feira, 20 de abril de 2017

Accio Books – 2º livro abril 2017

A minha anterior tentativa de ler dois livros ao mesmo tempo não correu bem, não por me ter baralhado mas, porque só peguei no livro da JK Rowling depois de acabar o outro. Simplesmente quando tinha tempo ia sempre parar ao mesmo. Ainda não foi desta.
Como tinha previsto, a minha leitura anterior foi rapidíssima, li em menos de um dia e foi uma leitura maravilhosa.
Desta vez, vou voltar a sair do meu género predileto e voltar aos thrillers, quero dizer com isto que vou ler o 2º livro da saga “Helen Grace” de MJ Arlidge, “À Morte Ninguém Escapa”.
Espero que seja uma leitura tão rápida e maravilhosa como foi o primeiro volume. Arlidge, não me desiludas!

segunda-feira, 17 de abril de 2017

Accio Books – 1º livro abril 2017

Ando há mais de 3 semanas a ler o mesmo livro, e digamos que estou a ficar um pouco farta de estar sempre a ler o mesmo por isso, optei por fazer algo que nunca fiz mas, que ando a pensar começar a fazer há uns meses, vou dar inicio a uma nova leitura enquanto ainda me encontro a ler outro livro.
Sempre tive receio de ler dois livros ao mesmo tempo mas acho que chegou a hora de experimentar porque, acho que se não for assim vou acabar de ler “Os Reinos do Norte” de Philip Pullman só para o ano, com a velocidade que ando a ler.   -.-‘
Vou iniciar esta experiência com um livro pequeno, é só mesmo para ver se me motivo a ler outra vez, apesar de ser do mesmo género, fantasia, acho que não vai interferir em nada com a outra leitura.
Escolhi assim o livro “Os Contos de Beedle o Bardo” de J.K. Rowling, que me parece ser rápido e, sendo do mundo de Harry Potter, quase de certeza, que será uma leitura muito prazerosa.
Costumam ler mais do que um livro ao mesmo tempo, ou são como eu e têm medo de trocar as estórias todas?

quinta-feira, 13 de abril de 2017

Os 100 – Opinião

Tomei conhecimento desta saga através da sua adaptação para série, que é uma das minhas séries preferidas no momento, apesar disso tenho-vos a dizer que fiquei um pouco desgostosa com o livro.
Existem bastantes diferenças entre os dois, creio que foi esse o meu choque inicial porque, se formos a ver, as parecenças entre um e o outro são ínfimas. Essas diferenças vão desde personagens que não passaram para o ecrã até mesmo à estória em si ter um desenrolar completamente diferente. Por isso passei o livro todo a comparar um e o outro e, cheguei à conclusão que gosto muito mais da série do que do livro.
Esta saga passa-se num mundo pós-apocalíptico, em que o ser humano se viu obrigado a sair do planeta Terra, para que a raça humana pudesse sobreviver, e é contada do ponto de vista de 4 personagens, sendo elas, Claire, Bellamy, Wells e Glass.
Para quem não sabe este é um dos meus géneros preferidos e, sendo assim, sou sempre um pouco mais crítica em termos de comparações entre estórias que possam enquadrar-se nesta temática, e por isso só dei 3 estrelas a este livro no Goodreads.
A Claire, tal como na série, é uma rapariga bastante astuta e que tem um grande potencial para a liderança. Sinceramente, ainda não percebi se gosto ou não dela, porque digamos que por vezes tem umas atitudes que me irritam um pouco.
Uma personagem que foi apresentada no livro mas, que na série não aparece e que gostei bastante é Glass. Gostava sinceramente que lhe tivessem dado um cantinho na série porque é uma personagem que é fácil ganhar empatia e, espero sinceramente que nos próximos livros continue a ter um papel tão central.
Para ser completamente sincera, só vou continuar a ler a saga, pois quero saber mais sobre Glass e, porque já comprei o segundo livro, porque senão ficava-me pela série e esquecia a sua leitura. Apesar disto, para quem não viu a série até pode vir a gostar bastante dos livros, por isso, se tiverem a oportunidade leiam porque, não estarão a fazer comparações o livro todo e acreditem que isso por vezes é essencial para se gostar da leitura.

terça-feira, 4 de abril de 2017

Bibidi Bobidi Books – Book Haul março 2017

Antes de começar este post queria pedir desculpa aos meus seguidores por andar tão distante do blogue nos últimos tempos. Como já tinha dito, ando cheia de trabalho e, nos momentos livres tenho aproveitado para me dedicar a outras coisas. Sendo assim, tem sido complicado fazer tudo e, o blogue, com pena minha, tem ficado para trás. Para verem,  nem sequer tenho pegado no livro.
Bem, voltando agora ao ponto fulcral deste post, os livros que vieram cá para casa este mês.
Consegui diminuir os livros comprados em comparação com os meses anteriores (finalmente consegui conter-me), apesar de que, num total vieram cá para a casa 15 livros novos. Dos 15 livros, 11 foram comprados, 2 trocados e 2 oferecidos, nada mau para quem no mês passado comprou 21 livros. Agora é sempre a baixar este número, espero.
Começando pelos livros oferecidos, vieram para a estante “Arte no Sangue: Uma Aventura de Sherlock Holmes” de Bonnie Macbird e “Crónicas do Bar dos Canalhas” que é escrito por vários autores, sendo que uma é especial, Rita Anjos, pois é amiga de família.
Quanto aos livros trocados consegui o livro “Incarnate: Encarnação” de Jodi Meadows e também “Objetos Cortantes” de Gillian Flynn, o qual é de uma edição que desconhecia mas, que adoro.
Passando às minhas desgraças do mês comprei “Bando de Corvos” de Anne Bishop, “Voo Fantasma” de Bear Grylls, “A Última Estrela” de Rick Yancey, “Carreira do Mal” de Robert Galbraith AKA JK Rowling, “A Princesa do Gelo” de Camilla Lackberg, andava à procura deste livro há meses por um preço acessível, estava bastante difícil, “22/11/63” de Stephen King, “Imperador dos Espinhos” de Mark Lawrence, “Illuminae” de Amie Kaufman e Jay Kristoff, e por fim comprei uma trilogia que andava há séculos para comprar e que me saiu super barata, 25 euros os 3, “Segredos Obscuros”, “O Discípulo” e “O Homem Ausente” de Michael Hjorth e Hans Rosenfeldt. Com isto tudo tirei imensos livros da wishlist, o que é ótimo!
A ver se começo a baixar o número de livros comprados daqui para a frente porque, tenho mais de 130 livros em casa neste momento por ler, o que já é demais.



quinta-feira, 23 de março de 2017

Accio Books – 3º livro março 2017

Depois de uma leitura morosa mas, que no final demonstrou ser bastante intensa e interessante, vou partir para o 3º livro deste mês.
Ando com um bocado de dificuldades em escolher o que hei-de ler então, o meu namorado tem sido o meu ajudante nesta árdua tarefa. O que fiz foi colocar 10 livros numa lista e numerei cada um sem ele saber que livro estava em cada número. Nesta lista misturei livros que quero ler, outros que necessito de ler e ainda alguns que são emprestados e que preciso de os devolver senão, daqui a nada tenho a minha estante nova de novo cheia, e o número escolhido por ele foi o 10 que correspondeu ao livro “Os Reinos do Norte” de Philip Pullman, que é o 1º livro da Trilogia “Mundos Paralelos”
Eu já o li há bastante tempo, na altura em que o livro foi adaptado para cinema mas, só li o 1º da trilogia e como gostava de ler os restantes mas já não me lembro de praticamente nada da estória decidi que o melhor era relê-lo.
Estou bastante entusiasmada por voltar ao mundo criado por Philip Pullman pois lembro-me que adorei a leitura quando era mais nova. Espero vir a gostar tanto como antes!

quarta-feira, 15 de março de 2017

Um dia disseste que eu devia escrever um livro – Opinião

Antes de mais gostaria de agradecer de novo à autora por me ter dado a oportunidade de ter lido a sua obra. É um livro pequeno e com capítulos de 2/3 páginas cada, o que permitiu tornar a leitura rápida e fácil.
Tenho-vos a dizer que adorei este livro desde o princípio ao fim, conseguiu-me prender de tal maneira que passei o dia a fazer pequenas pausas no trabalho para o ir lendo, tornou-se uma leitura bastante viciante, de tal maneira que o li em menos de um dia.
Um dos motivos pelo qual fiquei tão entusiasmada com o livro foi porque a personalidade demonstrada ao longo do livro, pela autora, me fez lembrar um pouco de mim, principalmente a parte de gostar sempre de ter razão e de achar que tudo tem que ser como eu quero, por isso foi extremamente fácil colocar-me no seu lugar e encarar tudo o que se passou, como se fosse eu em cada situação.
É um livro capaz de tocar no coração de qualquer pessoa, pois consegue-se notar pela escrita que tudo o que foi escrito provinha do coração e, é impossível ficar indiferente, mesmo no caso de pessoas menos românticas ou mais frias em termos sentimentais, como é o meu caso.
Toda a sinceridade faz com que seja uma leitura intensa e muito pessoal.
A única critica que deixo é que o livro devia ser revisto pois, existem vários erros a nível de repetição da escrita ao longo do livro, como acontece na página 73 do e-book em que está escrito “(...) mas isso é isso (...)”, apesar de não serem erros graves fazem com que haja pausas na leitura para tentar perceber o que a frase quer dizer, o que não é muito positivo de acontecer.
Foi uma leitura muito prazerosa, a qual recomendo totalmente a todas as pessoas que tenham a oportunidade de adquirir o livro.