quarta-feira, 21 de junho de 2017

Segredos Obscuros – Opinião

Desde que esta série foi traduzida, para português, fiquei logo com imensa vontade de ler, apesar disso só passado quase 2 anos do seu lançamento é que tive oportunidade de o fazer.
Posso dizer que gostei do livro, mas não fiquei maravilhada, tal como aconteceu com thrillers como “Um, Dó, Li, Tá” (opinião aqui) ou “À Morte Ninguém Escapa” (opinião aqui) de M. J. Arlidge.
Não sou uma expert neste tipo de géneros, porque só há bem pouco tempo é que decidi começar a comprar mais livros desta temática, apesar disso achei que o livro foi muito lentinho e demorou bastante tempo até eu sentir que se tinha desenvolvido algo realmente importante para o caso de homicídio em questão.
Percebo que este livro foi o primeiro e, portanto, era necessário conhecermos o máximo possível das personagens, as quais adorei, principalmente Sebastian Bergman, só achei que me faltou um pouco de acção pelo meio.
O livro não é nada maçudo e lê-se bastante rápido, li à volta de 100 páginas por dia, mas para mim faltou-lhe qualquer coisa.
Para mim um excelente thriller é aquele que nunca temos bem a noção de como a narrativa se vai desenvolver, e com este livro não senti isso, pois a metade do livro já tinha uma desconfiança sobre o presumível assassino e qual poderia ser o motivo dele.
Tirando esse facto, gostei e quero muito ler os restantes livros da saga, não só por já me terem dito que o segundo é muito melhor, como também pela maneira como a estória acabou.

sábado, 17 de junho de 2017

Accio Books – 3º livro junho 2017

Depois do último livro, que foi lido em menos de um dia, vou voltar novamente ao mundo da fantasia com o livro “ A Lenda de Sapphique” de Catherine Fisher, que é o 2º livro da duologia “Incarceron”.
Tanto o primeiro livro como este foram emprestados e, apesar de ter gostado minimamente do primeiro livro (opinião aqui), demorei bastante tempo a pegar no 2º mas, visto ser emprestado e eu estar a precisar de espaço para os meus livros, decidi que estava finalmente na altura de lhe pegar.
Já iniciei a leitura há uns dia e, sinceramente, está a custar-me muito lê-lo mas, vou fazer um esforço. Acho que o problema é que não era bem isto que me andava a apetecer ler.
Espero não demorar quase o resto do mês neste livro!

terça-feira, 13 de junho de 2017

Dewey: O Gato que comoveu o Mundo – Opinião

Para quem me conhece sabe que eu sou completamente amante de animais, principalmente felinos, por isso era completamente impossível eu não ler este livro, especialmente por também se passar numa biblioteca.
A estória de Dewey é real, e começa quando este tinha poucas semanas de vida. Dewey é encontrado, numa das manhãs mais frias daquele inverno, dentro do depósito de livros devolvidos de uma pequena biblioteca em Spencer, Iowa. Rapidamente é adotado pela biblioteca e torna-se parte da mesma.
Dewey é um gato muito brincalhão e adora pessoas, começando depressa a tornar-se um motivo de felicidade e paz para muitas pessoas daquela pequena cidade. Eu tenho 2 gatos e já presenciei muitas das situações caricatas realizadas pelo Dewey ao longo do livro, mas é sempre maravilhoso ler estes relatos.
Fui para este livro a pensar que iria ser um livro sobre Dewey mas, fiquei com uma pequena impressão que foi mais uma autobiografia da autora, de uma altura complicada da vida dela, em que Dewey foi o principal interveniente para a mudança dessa situação. Para mim houve demasiadas coisas descritas pela autora, como a casa de infância dela, um incêndio que houve na cidade muitos anos antes, que me fizeram gostar menos do livro, porque ia com esperança de ler um livro sobre um gato, e isso deixou-me desmotivada e um pouco desiludida com a estória.
Apesar de tudo, o livro é bastante engraçado e Dewey é um amor de felino, houve muitas alturas que me apetecia saltar para dentro do livro para apertá-lo e dar-lhe beijinhos.
Recomendo a sua leitura, mas não façam como eu e lembrem-se que vão ler mais uma autobiografia em que aparece um gato do que propriamente um livro só sobre as patifarias de Dewey.

sábado, 10 de junho de 2017

Accio Books – 2º livro junho 2017

Depois de um policial, que para ser sincera estava à espera de mais, vamos continuar um pouco na mesma onda mas, desta vez, com um autor português, Joel G. Gomes.
Há uns meses fui contactada pelo mesmo sobre a possibilidade de ler as estórias que o autor se encontrava a escrever e, depois de me informar melhor sobre o projeto, aceitei. Em dezembro, se não estou em erro, ele enviou-me uma pequena estória, intitulada “A Arca”, que pertence à sua saga literária “O Mal Humano”, sendo esta a estória da temporada 0 episódio 0, que me fascinou bastante e que me deixou a pulga atrás da orelha. (opinião aqui)
Novamente em maio, o autor enviou-me o conto seguinte desta sua saga, sendo o mesmo, “Seleção”, temporada 0 episódio 1, que tal como aconteceu na vez anterior vinha personalizada para mim. Obrigada Joel! :)
Estou bastante entusiasmada pela leitura e espero gostar tanto como gostei da primeira estória. É um livro pequeno, por isso num dia devo despachá-lo, se se ler tão bem como o anterior.

terça-feira, 6 de junho de 2017

O Dardo de Kushiel – Opinião

Li este livro emprestado, porque estava com um pouco de medo de não gostar devido a nunca ter lido livros com um toque de erotismo mas, foi uma óptima surpresa e ainda bem que lhe dei uma chance.
Phédre, a personagem principal, é uma personagem bastante interessante, a qual vamos conhecendo desde criança até se tornar mulher, por isso vamos percebendo todas as fases por quais ela passou e que fizeram com que fosse moldado a sua personalidade daquela maneira.
É um livro com linguagem simples e com pouca descrição, apesar disso achei que houve algumas fases que a estória só estava à volta do mesmo e que não avançava. Este livro centra-se muito no erotismo masoquista e pode haver pessoas que sejam mais sensíveis a certas descrições, por isso se não é um tema que gostem não aconselho muito a ler.
Existem bastantes personagens com personalidades muito diferentes nesta obra, muitas com segredos que não querem que sejam revelados para o exterior, o que faz com que haja bastantes intrigas nas cortes e muita espionagem para se poder usar esses segredos uns contra os outros. Estas intrigas vão permitindo, ao longo do livro, ir construindo o puzzle de tudo o que se passa e ir desvendando segredos por trás de cada personagem.
O final do livro foi bastante inesperado e houve bastantes respostas que ficaram por dar, o que só aguçou a minha vontade de continuar a saga. É uma saga que quero continuar mas, não é bem uma prioridade, por isso, não sei quando irei voltar a pegar nela.

segunda-feira, 5 de junho de 2017

Bibidi Bobidi Books – Book Haul Maio 2017

Chegou a altura do mês que muitos de vocês adoram, na qual veem como foram as desgraças desse mês. Bem, o mês não correu como tinha pensado, queria ter mantido os meus 4/5 livros comprados mas, comprei o triplo, foram 15. (Que desgraça Iara!)
Este mês foi óptimo em termos de encontrar livros que tinha na wishlist por preços bastante bons, o que foi mau para a minha carteira.
Desta vez não me vou pôr aqui a descrever tudo e vou colocar uma listagem para ser mais fácil, não só para mim, mas também para vocês, porque assim acho que será menos confuso. :)

Aqui vai:
  1. “O Palácio de Inverno” de Eva Stachniak
  2. “A Cidade Perdida” de James Rollins
  3. “2666” de Roberto Bolaño
  4. “Sobrevive” de Alexandra Oliva
  5. “Angelfall” de Susan Ee
  6. “O Morcego“de Jo Nesbo
  7. “O pássaro de peito vermelho” de Jo Nesbo
  8. “Ps. ainda te amo” de Jenny Han
  9. “Poder e Vingança” de Jon Skovron
  10. “Isto acaba aqui” de Colleen Hover
  11. “Aqueles que merecem morrer” de Peter Swanson
  12. “As lições do pinguim” de Tom Mitchell
  13. “Letras Escarlates” de Anne Bishop
  14. “Jardins da Lua” de Steven Erikson
  15. “Acácia: Ventos do Norte” de David Anthony Durham

De todos os que comprei os que mais quero ler são “P.s. Ainda te amo” de Jenny Han e “ As lições do pinguim” de Tom Mitchell. Eu sei que tenho imensos livros mais antigos por ler, por isso vou dar prioridade a outros e estes serão para quando eu estiver mesmo sem vontade nenhuma de ler.
Como muitos de vós sabem este mês há Feira do Livro em Lisboa, e posso dizer-vos que já me desgracei, por isso preparem-se para que o Book Haul do próximo mês ser igualmente grande!
Já leram algum, ou querem ler?


sábado, 3 de junho de 2017

Accio Books – 1º livro junho 2017

Estou muito contente com o que me saiu para ler :D
O meu namorado/ajudante na escolha de livros desta vez escolheu o número certo!
No número 4, escondia-se o livro “Segredos Obscuros” de Hans Rosenfeldt e Michael Hjorth, que é o 1º livro da saga “Sebastian Bergman”. Ando a apostar mais em policiais e thrillers, por isso fiquei super contente quando foi este o livro que saiu como próxima leitura.
Desde que vi esta capa e percebi que tinha imensas pessoas fascinadas com esta saga, decidi que tinha mesmo que adquiri-la.
Já li umas 80 páginas e, apesar de ainda achar que está muito lentinho e que nada de mais aconteceu até agora, já fiquei agarrada pois a leitura é muito rápida, mal dei conta de ter lido tanto em tão pouco tempo.
Veremos como corre! :D