quarta-feira, 21 de junho de 2017

Segredos Obscuros – Opinião

Desde que esta série foi traduzida, para português, fiquei logo com imensa vontade de ler, apesar disso só passado quase 2 anos do seu lançamento é que tive oportunidade de o fazer.
Posso dizer que gostei do livro, mas não fiquei maravilhada, tal como aconteceu com thrillers como “Um, Dó, Li, Tá” (opinião aqui) ou “À Morte Ninguém Escapa” (opinião aqui) de M. J. Arlidge.
Não sou uma expert neste tipo de géneros, porque só há bem pouco tempo é que decidi começar a comprar mais livros desta temática, apesar disso achei que o livro foi muito lentinho e demorou bastante tempo até eu sentir que se tinha desenvolvido algo realmente importante para o caso de homicídio em questão.
Percebo que este livro foi o primeiro e, portanto, era necessário conhecermos o máximo possível das personagens, as quais adorei, principalmente Sebastian Bergman, só achei que me faltou um pouco de acção pelo meio.
O livro não é nada maçudo e lê-se bastante rápido, li à volta de 100 páginas por dia, mas para mim faltou-lhe qualquer coisa.
Para mim um excelente thriller é aquele que nunca temos bem a noção de como a narrativa se vai desenvolver, e com este livro não senti isso, pois a metade do livro já tinha uma desconfiança sobre o presumível assassino e qual poderia ser o motivo dele.
Tirando esse facto, gostei e quero muito ler os restantes livros da saga, não só por já me terem dito que o segundo é muito melhor, como também pela maneira como a estória acabou.

Sem comentários :

Enviar um comentário